Propostas

para a Saúde, viva o SUS!

"PLATAFORMA EM DEFESA DA SAÚDE PÚBLICA"





Contexto

Um programa político é um compromisso com a população no processo eleitoral. Nosso programa para a saúde não está pronto e acabado. As formulações que aqui estão, surgiram da construção coletiva dos inúmeros movimentos sociais que lutam pela saúde pública. O mandato estará sempre aberto às contribuições que se fizerem necessárias no decorrer do tempo.

Temos compromisso com a defesa do SUS público, estatal, gratuito e de qualidade, especialmente neste momento de privatização e repasse de verbas para as instituições privadas da saúde. Sabemos da importância para a atenção primária à Saúde e do papel do Programa Saúde da Família. Lutaremos por políticas públicas de defesa dos direitos reprodutivos das mulheres, na defesa da segurança alimentar das crianças e jovens, no atendimento especializado dos adolescentes e pela oferta de serviços de saúde à população LGBTQIA+.

A Câmara Municipal de BH foi a primeira capital a aprovar o Projeto Escola sem Partido, considerado inconstitucional pelo STF. Precisamos fortalecer o Psol na Câmara para que absurdos como este não se repitam. Nós lutaremos para que a educação sexual, a prevenção à violência e à gravidez precoce, à batalha contra a cultura do estupro seja parte das educação púlblica, esteja presente nas escolas municipais como direito das crianças e jovens.

Também firmamos nosso compromisso com a luta antimanicomial, fortalecendo as redes de atenção à saúde mental, em defesa de uma política antidrogras que se oponha à política nacional de criminalização da juventude pobre e negra. Daremos também especial atenção à saúde da população idosa, não pode ser que quem mora na periferia de BH tenha uma expectativa de vida mais de 10 anos menos do que quem vive nos bairros nobres. A periferia deve ser o centro, para isso daremos máxima atenção à saúde da trabalhadora e do trabalhador, fortalecendo os centros de referência desta área.

Para nós só faz sentido o mandato para batalharmos pela coletvidades e sermos um instrumento útil para a classe trabalhadora, para as crianças e os jovens, as minorias, as negras e negros, as mulheres, a maioria, os 99% da população. Os eixos programáticos não dão conta de todas as demandas da população, mas estamos abertos ao diálogo para a sua complementação. A estes eixos podem ser incorporados novos, na medida em que a luta pela saúde pública assim o exigir:

Propostas

/Defender o SUS público, estatal, gratuito e de qualidade

/Lutar pela Saúde Pública sem sucateamento, contra a terceirização e a privatização

/Fiscalizar e garantir a aplicação das verbas da saúde municipal

/Defender a saúde das mulheres

/Lutar pela abertura imediata da Maternidade Leonina Leonor

/Lutar pela saúde das crianças e jovens

/Defender os Programas de Atenção Primária e Saúde da Família

/Por uma política de tratamento à dependência química, que se contraponha à política antidrogas que mata e encarcera a juventude negra.

/Saúde para combater o racismo na sociedade

/O mandato da Iza exigirá o cumprimento das disposições contidas na Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, (Portaria 992, de 13.05.2009).

Imgem mostra Áurea Carolina, Deputada Federal e candidata a prefeitura de Belo Horizonte e Iza Lourença candidata a vereadora de Belo Horizonte.